O neto de ‘El Chato’ em um documentário sobre o jornal ” Espanha ” em Tânger

O neto de “El Chato” em um documentário sobre o “Espanha” jornal em Tânger

Um documentário sobre o Tânger jornal Españuma  está sendo filmado  , dirigido pelo jornalista Fernando Santiago, e que contará com depoimentos de historiadores, pesquisadores, familiares e algum sobrevivente que trabalhou no jornal.

 

http://4.bp.blogspot.com/-4hZz1B78kCI/VZ5ptXPO0DI/AAAAAAAAA3FE/8rqPGf7Xpsk/s400/DSC_0001.JPG

O escritor e pesquisador Chema Menéndez, entrevistado para o documentário. Agência fotográfica Febus.

Embora o escritor Chema MenéO ndez já terminou um documentário sobre o Espanha jornal   de Tânger, que em breve verá a luz, hoje, no Centro Internacional de Imprensa de Madri, ele foi entrevistado para outro documentário que curiosamente também lida com o arauto acima mencionado.

Durante sua entrevista, Menéndez lembrou a importância deste jornal, a origem, segundo ele, do “transição jornalística”isto é, da luta anti-Franco na imprensa espanhola e da importância de seu avô, em todo esse caso, desde o qual foi seu maior defensor, em um período de ditadura em que um foi baleado por muito menos. 

Este documentário é dirigido pelo jornalista Fernando Santiago, colaborador do  El Diario de Cádiz ,  Rádio Cádiz , dos programas  La Mirilla  e  La Hora de Andalucíuma  Canal Sur, diretor do  Café programa del Correo  de 8 Televisão e chefe do serviço de vídeo do Conselho Provincial de Cádiz, com mais de 250 documentários por trás, e conta com o apoio da Cádiz Press Association e o Conselho Provincial da cidade.

O documentário mencionado também apresentará depoimentos de primeira linha, como, por exemplo, o de Bernabé euópez García, professor de História e especialista em questões de tangerina, Domingo del Pino, escritor, jornalista, pesquisador e grande conhecedor da história de Tânger e algum sobrevivente da redação do jornal, como é o caso de Manuel Cruz Fernández, diretor do arauto na época em que as autoridades marroquinas forçaram, em 1971, seu fechamento.

LER  Por que sua obsessão com os músculos (e testosterona) pode ser fatal

Assim, parece que, aos poucos, e graças, entre outras coisas, ao trabalho do neto de “El Chato” o jornal  Españuma  de TáO dedo começa a se tornar cada vez mais conhecido, algo que nunca deveria ter acontecido, porque é um dos mais importantes para entender a história do franquismo e sua idiossincrasia.

 

http://2.bp.blogspot.com/-sZof1BmhhU4/VZ5x-_zgUNI/AAAAAAAA3FU/m0QcTjORSvs/s400/DSC_0010.JPG

Chema Menéndez em um ponto da entrevista. Foto Febus.

 

http://2.bp.blogspot.com/-lNI4uqOlYTc/VZ5yc3gBkmI/AAAAAAAA3Fc/EWhpmyPV3os/s400/DSC_0012.JPG

Outro momento da gravação. Foto Febus.

 

http://3.bp.blogspot.com/-hJOHbI0daEQ/VZ5yyjba0dI/AAAAAAAAA3Fk/Jhz-J3TDG4k/s400/DSC_0016.JPG

A equipe de documentários com Fernando Santiago, à frente, e o neto de “El Chato”. Foto Febus.

 

O outro documentário do jornal “Espanha” em Tânger, que será lançado em breve. Na foto vemos Núñez, Cohen, “El Chato”, Corrochano Jr., Coello, Pereda e Garcíum pastor.